Solta

21-07-2021

Hoje como te sentes?

Porque te recusas a soltar?

Perdoar é uma coisa, soltar é outra. Vamos falar de soltar.

Dizer o que se sente, largá-lo, soltá-lo às fazes magoa. Muitas vezes acha-se que é melhor calar porque dizer as coisas pode resultar em danos. Assusta a ideia de poder magoar, ofender ou que não se seja compreendido/a ou que tudo se acabe?

Qual é o medo à transformação?

Dizer as coisas que se passam dentro de nós só são dolorosas e contraproducentes quando te calas por muito tempo e decides soltar todas juntas. A energia que está estancada em ti só te pode afetar a ti se a calares e só pode afetar os outros se em vez de a soltares a vomitares.

Por isso limpa a casa. Atreve-te a abrir janelas e portas mas reconhecendo que nada fora da tua casa tem culpa que tenhas provocado um fogo dentro dela. Encontra um espaço e larga tudo até vomitar tudo o que está dentro.

Deves responsabilizar-te da tua energia que só tu a sentes. Une o teu espírito e a tua alma e liberta as tuas emoções com consciência e entendimento.

A criatividade que está em ti não surgirá até que libertes a pressão que sentes, aquela que bloqueou a tua capacidade criativa não te deixará até que tu não a deixes.

Para voltares a ter capacidade de expressão deves soltar a pressão.

Grita, liberta, solta.

Que tal uma ida hoje à Serra dos Candeeiros abrir a goela?